Sobre nós

Walkest: os primeiros anos

Foi em 2017 que tudo começou.

Eu tinha 23 anos e minha mãe faleceu de cancro alguns meses antes.
Esta minha perda fez-me repensar sobre as minhas escolhas de vida e o que eu queria fazer com o tempo que me restava. Aprendi da maneira mais difícil que o tempo é, de fato, o nosso bem mais precioso. E decidi que nesse mesmo tempo queria fazer o que realmente me faz feliz.

Meu pai é artesão.
As minhas memórias mais felizes sempre me levam de volta à minha infância, descobrindo cidades e regiões portuguesas com ele ou caminhando com ela pela margem do rio na floresta.

Decidi que o meu projeto de vida seria uma homenagem aos meus pais.
Abandonei os meus estudos na universidade - onde estava a estudar Genética e Biotecnologia - e voltei para minha cidade natal para criar o que hoje se tornaria a Walkest.
Para algumas pessoas, é uma marca. Para mim, é a minha história, o meu legado, a representação das minhas memórias felizes: a combinação do artesanato e da natureza.